RSS

Arquivo mensal: março 2014

Como alterar a chave de ativação do Windows 8

Olá Galera,

Caso você esteja precisando alterar a chave de ativação ( product key ) do seu Windows 8, basta seguir os passos abaixo:

1 ) Execute o prompt de comando em modo de administrador, para isso, clique com o botão direito do mouse no canto inferior esquerdo da tela inicial do Windows 8.

ativ00,

 

2 ) Execute o comando slmgr.vbs -ipk SUA-CHAVE-DE-ATIVAÇÃO-AQUI

ativ02

 

3 ) Execute o comando slmgr.vbs -ato

ativ03

 

Se sua chave for válida, seu Windows 8 será ativado.

Grato,

Gerati Soluções em TI

 

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em março 26, 2014 em Windows 8

 

Tags: , , , , ,

Como instalar um pacote de idiomas e alterar o idioma de exibição do Windows 8

Para baixar e instalar um pacote de idiomas, siga estas etapas:

  1. Na página Iniciar, digite idioma (language) e verifique se o escopo de pesquisa está definido para Configurações (Settings). (A captura de tela para esta etapa está listada abaixo)

win01

2. No painel Resultados (Results), clique ou toque em Idioma (Language). (A captura de tela para esta etapa está listada abaixo).

win02

3. No painel Alterar suas preferências de idioma (Change your language preferences) clique ou toque em Adicionar um idioma (Add a language). (A captura de tela para esta etapa está listada abaixo).

win03

4. Procure ou pesquise o idioma que você deseja instalar.

Por exemplo, selecione Catalão (Catalan) e clique ou toque em Adicionar (Add). Catalão agora é adicionado como um de seus idiomas. (A captura de tela para esta etapa está listada abaixo).

win04

5. No painel Alterar suas preferências de idioma (Change your language preferences), clique ou toque em Opções (Options) próximo ao idioma adicionado. (A captura de tela para esta etapa está listada abaixo).

win05

6. Se um pacote de idiomas está disponível para seu idioma, clique ou toque em Baixar e instalar pacote de idiomas (Download and install language pack). (A captura de tela para esta etapa está listada abaixo).

win06

7. Ao instalar o pacote de idiomas, o idioma é exibido como disponível para ser usado como o idioma de exibição do Windows. (A captura de tela para esta etapa está listada abaixo).

win07

8. Para fazer este idioma o idioma de exibição, mova-o para o topo da lista de idiomas. (A captura de tela para esta etapa está listada abaixo).

win08

9. Faça logoff e o logon novamente no Windows para que a alteração tenha efeito.

Espero ter ajudado, grato

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 26, 2014 em Windows 8

 

Tags: , , , , , ,

Brecha no Word deixa invasores controlarem PCs remotamente

 

200353-microsoft-resized

Microsoft anunciou a descoberta de uma nova vulnerabilidade em diversas versões do Word e em outros programas do pacote Office. A brecha é ativada por meio de arquivos RTF modificados, que exploram uma brecha em alguns aplicativos da empresa para deixar que invasores tomem posse e controlem remotamente os computadores afetados.

Relatos do bug afetando o Word 2010 foram detectados pela companhia, que alerta que as versões 2003, 2007 e 2013 do editor de texto para Windows ainda podem ser afetadas. Usuários do Office for Mac 2011 (feita para computadores da Apple), de diferentes edições do SharePoint Servers e dos Office Web Apps também devem ficar atentos.

A vulnerabilidade de execução remota de código é causada “quando o Word analisa dados especialmente formatados em RTF”, nas palavras da MS. Isso faz com que a memória do sistema seja corrompida de forma que um invasor consiga rodar códigos aleatórios no computador da vítima.

A companhia ainda lembra que o Word é o programa usado pelo Outlook abrir e visualizar arquivos RTF. Vale, então, ficar atento para não clicar duas vezes em documentos do tipo nas versões 2007, 2010 e 2013 do gerenciador de e-mails e ainda desabilitar o editor de texto como programa padrão para esses itens, como proposto pela empresa.

Para simplificar, ao menos no Windows, o indicado é baixar e instalar o Fix it Center, que deverá tomar essas medidas de segurança automaticamente. Aliás, evitar abrir arquivos vindos de e-mails suspeitos, mesmo que sejam de contatos conhecidos, é uma medida que deve ser adotada em qualquer situação, já que previne muitos problemas. A Microsoft ainda deverá analisar mais a fundo a vulnerabilidade, classificada como CVE-2014-1761, antes de liberar uma atualização para corrigi-la.

 

Curta e compartilhe

Gerati Soluções em TI

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 25, 2014 em Noticias

 

Tags: , , , , , ,

Windows 8: como adicionar o Menu Iniciar e entrar direto na Área de trabalho

00

Saiba como ter o antigo menu de volta ao computador e como ligá-lo no desktop em vez de na Tela Inicial.

Embora muitos tenham aprovado as mudanças na nova versão do SO da Microsoft, pelo fato de vários aspectos visuais terem sido alterados, ele possui detalhes que nem sempre agradam. Um deles está relacionado às pessoas que já estavam habituadas ao tradicional Menu Iniciar e não gostaram do “detalhe” de ele não existir mais.

Da mesma forma, a Tela Inicial do Windows 8 não está nas preferências de muitas pessoas que ainda preferem executar as suas atividades no computador a partir da Área de trabalho. Se você também não aprovou estas mudanças no sistema, saiba que pode deixar a nova versão do SO funcionando de forma semelhante ao que acontecia no Windows 7.

Caso você tenha se interessado pela ideia, abaixo preparamos um tutorial ensinando como ter o Menu Iniciar de volta ao seu computador, além de iniciar o Windows 8 na Área de trabalho. Para ajudá-lo, será necessário instalar um pequeno aplicativo chamado Classic Shell.

Pré-requisitos:

  • Programa Classic Shell instalado no computador.

07

 

Instalando apenas o necessário

Como o objetivo do tutorial é trazer o Menu Iniciar novamente para a Área de trabalho, há duas opções que podem ser desabilitadas durante a instalação do aplicativo. A primeira é o “Classic Explorer”, que serve para adicionar uma barra de ferramentas ao Windows Explorer. A segunda é o IE9, pois você já possui uma versão mais recente do navegador que é instalada com o sistema.

Para desativar a instalação desses itens, tudo o que você precisa fazer é clicar neles até que um “X” seja exibido no item, como aparece na imagem abaixo:

01

 

O Botão do Windows voltou!

Logo após a instalação, sem qualquer tipo de configuração adicional, o Botão do Windows e o Menu Iniciar já estarão mais uma vez presentes na sua Área de trabalho. Como um padrão, eles vêm instalados na forma clássica.

02

 

Abrindo as propriedades do aplicativo, é possível escolher uma nova versão do Menu Iniciar, caso você prefira o estilo adotado pelo Windows 7 ou XP. Para selecionar qualquer uma das opções, basta clicar naquela que for do seu agrado para aplicar.

03

 

Além disso, o menu inteiro pode ser configurado, escolhendo a opção “All settings” e entrando em “Menu look”. Ali, você pode trocar a quantidade de colunas e o nome exibido na lateral esquerda, entre outras opções. Se você quiser, pode também dar uma conferida nas outras guias das opções, pois há uma série de alterações disponíveis para você personalizar o aplicativo.

04

 

Da mesma forma, é possível alterar a aparência do Botão do Windows. Para isso, também é preciso marcar a alternativa “All settings” e entrar em “Start button”. Aqui, basta escolher o modelo da sua preferência.
05

 

Entrando direto na Área de trabalho

Após instalar o Classic Shell, normalmente ele já desabilita a Tela Inicial do Windows, abrindo o computador diretamente na Área de trabalho. Além disso, ele também desativa o atalho para a Startscreen disponível no canto inferior esquerdo do desktop. Porém, a Charm bar continua ativada e funcionando como de costume.

Caso você queira deixar a Charm bar desabilitada, você pode fazê-lo nas opções do programa. Comece selecionando “All settings” e entre na aba “Windows 8 settings”. Então, dentro de “Disable active corners”, basta marcar a alternativa “All”. Feito isso, a Charm bar é desativada na tela, mas ainda pode ser aberta pelo atalho “Tecla do Windows + C”.

06

Vale apenas conferir se a alternativa “Skip Metro screen” está marcada. Caso contrário, o Windows inicializa na Tela Inicial.

Curta e Compartilhe

Gerati Soluções em TI

 

 

 

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 18, 2014 em Windows 8

 

Tags: , , , ,

Fim do Windows XP: o guia completo para você atualizar seu PC

end-of-life-XP-Office-2003

Aprenda a importar seus dados para que possa atualizar seus computadores sem qualquer problema

Falta menos de um mês para que a Microsoft abandone definitivamente o suporte ao sistema operacional Windows XP — que ainda é o segundo mais utilizado em todo o mundo, com mais do que o dobro do mercado do Windows 8 e perdendo apenas para o Windows 7. Mas, se você ainda está sofrendo com o fim do sistema, é bom secar logo as lágrimas e pensar em como proteger seu computador.

A partir de 8 de abril, consumidores de todo o mundo terão que mudar seus sistemas operacionais para versões mais recentes do Windows — Windows 7 ou Windows 8, de acordo com a preferência de cada pessoa. Não há outro modo, pois o fim do suporte significa encerramento de atualizações de manutenção, de assistência técnica, de segurança e também do Microsoft Security Essentials.

Mas como fazer para continuar contando com todos os aplicativos e dados que você já possui em sua máquina? Há algumas soluções bem interessantes e que prometem muita facilidade para qualquer consumidor. Está curioso? Então acompanhe as dicas que trouxemos hoje para que todos saibam o que fazer com seus computadores que ainda usam o Windows XP.

Mudando de sistema operacional

Os requisitos necessários para rodar o Windows 7 e o Windows 8 são bem parecidos, mas a Microsoft recomenda a utilização do sistema mais novo para qualquer consumidor. Você pode conferir os requisitos mínimos para a execução do sistema por este link para saber se o seu computador atual é capaz de executar o Windows 8 com perfeição ou se é necessário mudar alguma peça do hardware existente.

img01

Caso a sua máquina esteja apta à execução dele, você precisa pensar em como pretende realizar a atualização. Caso queira recomeçar tudo de novo, você pode apenas instalar a nova versão formatando o seu computador. Mas o melhor mesmo é realizar a migração dos dados para evitar a perda de qualquer arquivo importante! E como fazer isso? É o que vamos explicar agora.

Trocando de computador

Sempre que alguém quer trocar de computador, é comum haver dúvidas em relação a como será feita a migração dos dados. Backups nem sempre acontecem com muita facilidade, mas, para os consumidores que ainda usam o Windows XP, existe uma novidade bem interessante. Estamos falando de um aplicativo que faz todo o “trabalho sujo” de uma só vez.

img02

A desenvolvedora Laplink firmou uma parceria com a Microsoft e criou a ferramenta PCmover Express, o que vem sendo considerado o software oficial da migração dos dados. Totalmente gratuito, o programa permite que qualquer pessoa copie arquivos e configuração de um computador equipado com o Windows XP para enviar todos os dados a uma máquina com o Windows 7, Windows 8 ou Windows 8.1.

É importante ressaltar que esse sistema só funciona para quem está trocando de computador, uma vez que toda a transferência dos dados é feita por meio de redes internas que exigem os dois computadores ativos ao mesmo tempo. Ou seja, se você pretende manter a mesma máquina, terá que optar pela formatação ou por backups manuais para a manutenção dos dados.

Mantendo o mesmo PC

Se você vai continuar com o mesmo PC, é importante lembrar que a atualização do sistema operacional pode deixar seu computador um pouco lento. Por essa razão, é bem recomendável que você faça a formatação do disco rígido antes de qualquer nova instalação. Se seus arquivos atuais são dispensáveis, você pode fazer isso sem medo, mas é interessante notar que backups são mais do que recomendados.

img03

Por essa razão, você pode criar o backup de seus arquivos em pendrives, DVDs, discos rígidos portáteis e diversas outras mídias. Dessa forma, você poderá resgatar suas músicas e fotos, seus arquivos, aplicativos e diversos outros dados sem grandes dificuldades.

Na página de suporte do Windows 8.1, a Microsoft também disponibiliza uma ferramenta capaz de atualizar o seu computador para a versão mais recente do sistema operacional. Nas instruções de atualização, a desenvolvedora ainda dá dicas interessantes de como atualizar seu computador da melhor forma possível — incluindo o backup manual.

ATENÇÃO

É importante lembrar que a Microsoft é bem enfática em relação aos computadores mais antigos. A empresa afirma que os donos de máquinas que ainda rodam o Windows XP podem não conseguir executar as versões mais recentes do Windows por causa do hardware mais limitado. Por essa razão, a Microsoft diz que em muitos casos é mais interessante mudar os componentes ou comprar um computador novo.

Qual a sua opinião? Você vai trocar de computador ou mudar o seu Windows mantendo a mesma máquina que utiliza atualmente? O backup dos seus arquivos já está pronto? Lembre-se que resta menos de um mês para a Microsoft acabar com o suporte para o Windows XP.

Fonte: Tecmundo

Curta e compartilhe

Gerati Soluções em TI

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 12, 2014 em Windows XP

 

Tags: , , , , , , , ,

Instalação e Configuração Inicial do PFSense

Instalando Sistema PFSense como Firewall /Proxy

Olá galera, neste tutorial vamos ensinar como efetuar as primeiras instalações e configurações do PFSense. Vamos apresentar a parte mais simples ‘primeiros passos para usar um Firewall  / Proxy, faremos outros tutoriais mais avançados referente ao assunto. Desde já agradecemos a todos.

PASSO A PASSO PARA INSTALAÇÃO DO PFSENSE

1. BAIXANDO O PFSENSE
2. INICIANDO A INSTALAÇÃO
3. CONFIGURAÇÃO BÁSICA INICIAL

  1. BAIXANDO O PFSENSE

O primeiro passo é acessar o site oficial do pfSense e realizar o download da imagem que será gravada em um CD-ROM para iniciar a instalação.

Para tal acesse http://www.pfsense.org e vá na guia Downloads e clique em “here on the mirrors” e selecione um local para realizar o download.

Existem várias versões que podem ser baixadas,  neste tutorial será utilizado a versão live CD i386 para computador de 32bits com no máximo de 3.50G de RAM, acima disso é necessário o sistema 64bits.

O arquivo vem no formato tar.gz, então utilize o Winrar (para windows) para descompactar,  caso esteja usando Linux use o comando abaixo.

$ tar xvfz nome_da_imagem_pfsense.tar.gz

Grave em um CD e inicie a instalação nos passos a seguir.

                   2. INSTALANDO PFSENSE

Inicialize o computador pelo CD-ROM com a imagem do pfSense gravada e siga os passos a seguir. Será exibido 3 opções, selecione a opção (I) digitando-a no teclado para seguir diretamente para a instalação, será apresentada a tela a seguir.

img01

Selecione a opção <Accept these Settings> para prosseguir.

img02

Seleciona opção <Quick/Easy Install>, é possível personalizar a instalação, mas não será abordado nesse tutorial.

img03

Será mostrado na tela todas as interfaces instaladas no computador, no nosso caso utilizaremos a
interface em0 para internet e em1 para rede local. Você será questionado se sua rede possui Vlan’s,
nesse caso nossa resposta será “n”.

img04

Esse é um dos momentos em que temos de ter atenção para não confundir as interfaces. Para interface de internet digitaremos em0 e teclar enter. Para rede local em1 e teclamos enter.

img05

Após inserir a interfaces pressionamos enter para interface Optional 1, caso tenha 3 interfaces
digita o nome da terceira, caso tenha apenas duas apenas tecle enter. Será exibido as configurações que você escolheu, estando tudo correto digite “y” e tecle enter para prosseguir.

img06

A instalação acontecerá e o computador será reiniciado, após esse processo será exibido a
tela inicial do pfSense com as configurações de início. Por padrão o pfSense utiliza 192.168.0.1
para interface LAN, você pode alterar selecionando a opção 2 e selecionando a interface que deseja
adicionar um endereço IP.

Para tanto nossa configuração será 172.25.0.1 com máscara de rede 255.255.255.0

3. CONFIGURAÇÃO BÁSICA INICIAL

Após esse “extenso” processo de instalação (no máximo 2 minutos), acessaremos sua
interface de gerenciamento por meio de um navegador de internet digitando o IP 172.25.0.1.

Será exibido um wizard para a configuração inicial do pfSense, como DNS, conexão WAN,
NTP entre outras.

img07

Por padrão o pfSense utiliza o usuário admin e senha pfsense.

img08

Clique em Next.

img09

Digite um nome amigável para seu Firewall/Proxy
Digite o domínio de sua rede
Informe os servidores de DNS primário e secundário
Clique em Next

img10

Altere o Time Server Hostname se necessário
Selecione sua TimeZone, para nossa instalação America/Sao_Paulo

img11

Como na nossa configuração temos um modem ADSL ligado a interface WAN, usaremos como
DHCP, é possível configurar o pfSense para autenticar diretamente por fibra ótica, como modem
ADSL em bridge usando PPPOE nas suas configurações ou IP estático.

img12

Veja que o endereço IP da LAN é o mesmo configurado na instalação, caso queira alterar isso é
possível aqui. Nesse caso ficará com essa configuração.

img13

Esse passo é muito importante, a senha deve ser alterada para uma senha segura.
Clique em Next e por fim clique em Reload.

img14

O que mais preciso configurar?

Nada. Agora é só navegar utilizando as configurações básicas feita na instalação.

O gerenciamento do pfSense é feito todo via interface web e sua interface é bem fácil de
entender, em outro artigo abordaremos configurações mais específicas. Até breve e espero que tenha ajudado de alguma forma este tutorial.

Obs: É importante que nos sigam para que possamos ter motivação para novos tutoriais.

Siga e curta

Grato,

Gerati Soluções em TI

 
7 Comentários

Publicado por em março 11, 2014 em PFSense

 

Tags: , , , , , , , , , ,

Imagem

Bom dia a todos e um ótimo trabalho

goodJob

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 10, 2014 em Noticias

 

Tags: , ,