RSS

Arquivo mensal: janeiro 2015

WhatsApp lança versão para PC

whatsapp web0

O WhatsApp deixou de ser um serviço exclusivo de dispositivos móveis, pois entrou em funcionamento a versão do aplicativo para web – com uso exclusivo no navegador Chrome.Para acessar, clique aqui.

Curiosamente, o serviço foi lançado ao mesmo tempo em que a empresa começou a banir os usuários que acessarem o serviço por apps terceirizados.

Para se logar é preciso ter a versão mais recente do WhatsApp instalada no aparelho, e talvez a atualização demore um pouco para chegar até você. Em seguida, entre no site e um QR Code será apresentado.

whatsapp web

Se o seu aplicativo estiver atualizado, pressione os três pontinhos no canto superior e entre em WhatsApp Web. Em seguida, mire a câmera do celular na tela do computador e encaixe o QR Code no espaço marcado na tela do smartphone. Se tudo for feito corretamente, o site mostrará seus contatos no WhatsApp automaticamente.

Se você tiver dificuldade para realizar o procedimento, o que pode estar acontecendo.

Por enquanto, o serviço só está disponível para Android, Windows Phone e BlackBerry. Segundo o TechCrunch, a versão para iPhone ainda não saiu devido a “limitações da plataforma da Apple”.

Curta Gerati

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 22, 2015 em Noticias

 

Tags: , ,

Microsoft prometeu nova versão do sistema operacional para o final do ano e gratuito para quem tiver Windows 7 ou 8.1

12bi4u1hc16j593u1fl0m3zpsEm Redmond, nos Estados Unidos, a Microsoft mostrou que está acertando o passo não apenas no seu sistema operacional, o Windows 10, o carro-chefe da companhia, mas também com o ecossistema que orbita ao seu redor.

Em um evento para a imprensa realizado na tarde de terça-feira (21), Satya Nadella, CEO da empresa, acompanhado de vários executivos, mostraram o futuro do Windows, tanto a curto quanto a longo prazo. No curto prazo, gratuidade para já usuários. No longo, hologramas. A próxima visualização técnica para Windows 10 no computador estará disponível gratuitamente para Windows Insiders na semana que vem, e pela primeira vez nos telefones em fevereiro.

Previsto para chegar até o final do ano, o Windows 10 promete ser realmente multiplataforma. Ou seja, além de rodar em smartphones, tablets e, é claro, em  computadores, ele vai também funcionar no Xbox, console de videogame da empresa. Com isso, a Microsoft espera que um mesmo aplicativo funcione em todos os aparelhos de forma integrada e sincronizada. E, claro, que o desenvolvimento seja mais fácil.

Uma das novidades mais surpreendentes do Windows 10 e que comprovam uma mudança de atitude da Microsoft em relação ao seu negócio é a gratuidade do sistema para quem já é cliente. Ou seja, quando for lançado, o Windows 10 será totalmente de gratis por um ano para quem já tiver um dispositivo compatível rodando Windows 7, Windows 8.1 ou Windows Phone 8.1.

“O Windows 10 marca o início de uma era de computação mais pessoal no mundo em que os dispositivos móveis e a nuvem ocupam lugar de destaque”, disse Satya Nadella, CEO da Microsoft.

Windows-102-660x400

“Cortana chega aos computadores, Internet Explore sai de cena”

Dentre os vários recursos previstos para o Windows 10 está a chegada da Cortana aos computadors, Cortana é a asssistente pessoal da Microsoft que nasceu no sistema móvel e que funciona por comando de voz. Concorrente da Siri, a Cortana consegue assimilar as preferências do usuário para fazer recomendações relevantes, dando acesso rápido a informações e enviando lembretes. A ideia é que a interação funcione tanto por meio da fala como da digitação.

Outro destaque importante do evento é o fim cada vez mais próximo do Internet Explorer, o navegador da Microsoft, tão mal falado nos últimos anos. O Project Spartan, que ainda está em desenvolvimento, tem algumas funcionalidades já vistas em concorrentes como Google Chrome e Firefox OS, mas mesmo assim representa um avanço. Entre alguns recursos está a capacidade de anotar com o teclado ou caneta diretamente na página da web e compartilhar com amigos. O projeto também tem um modo de visualização de leitura sem distrações, que exibe o artigo de forma simplificada, além da presença da Cortana para facilitar as buscas.

O aplicativo do Xbox para Windows 10 é outra novidade e permite que jogadores e desenvolvedores acessem o melhor da rede Xbox Live, tanto no computador quanto no Xbox One. Os jogadores também poderão disputar jogos no PC, transmitidos diretamente do console para o tablet ou computador Windows 10, dentro de casa.

Internet das Coisas e dos hologramas

Segundo a Microsoft, o Windows 10 será executado em uma ampla variedade de dispositivos, desde sensores, como parte da Internet das Coisas, a servidores em data centers. Alguns dispositivos podem ter telas de 4 a 80 polegadas, enquanto outros não têm tela nenhuma. Por isso, a empresa usou o evento para apresentar dois dispositivos que permitirão aos clientes experimentar o Windows 10 de novas maneiras.

Um deles é o Surface Hub, produto que é resultado de várias inovações no hardware em tinta digital e multitoque, além de câmeras integradas, sensores e microfones. O Surface Hub oferece quadro branco digital, conferência remota instantânea, capacidade de várias pessoas compartilharem e editarem conteúdo na tela a partir de um laptop, tablet ou telefone e uma plataforma para apps de tela ampla. O Surface Hub é voltado para o mercado corporativo e deve chegar em dois tamanhos: 55 e 84 polegadas, mas sem informações de quando.

A grande estrela, porém, era outra. Por ser, de acordo com a Microsoft, a primeira plataforma de computação holográfica do mundo, o Windows 10 inclui um conjunto de APIs que permite aos desenvolvedores criar experiências holográficas no mundo real. Ou seja, no Windows 10, os apps também podem funcionar como hologramas.

Para demonstrar todas essas possibilidades, a Microsoft apresentou um computador holográfico livre de fios, telefones e conexões. O Microsoft HoloLens que mais parece com um óculos como o Oculus Rift são lentes holográficas transparentes de alta definição e som espacial que permite ao usuário ver e ouvir hologramas no mundo que o cerca. Feito com sensores avançados, um sistema de última geração em um chip e uma unidade de processamento holográfico (Holographic Processing Unit, HPU), o HoloLens é capaz de funcionar sem fios enquanto processa terabytes de dados dos sensores em tempo real. Ainda em fase de protótipo e sem previsão de lançamento, mas promissor.

Curta
Gerati Soluções em TI

 
1 comentário

Publicado por em janeiro 22, 2015 em Noticias

 

Tags: , , , , , , , , , ,

Saiba o que esperar do evento sobre Windows 10 nesta quarta

windows10O Windows 10 ficará um passo mais próximo da existência nesta quarta-feira, 21, quando a Microsoft apresentará as novas funcionalidades de seu sistema operacional voltada para o público consumidor. Como todo grande lançamento, é uma época de apostas para ver quais rumores se confirmam e quais são desmentidos.

O evento acontece às 15h no horário de Brasília com cobertura do Olhar Digital. Sem mais delongas, abaixo estão as novidades que queremos e provavelmente veremos na apresentação da Microsoft:

Cortana
A assistente pessoal Cortana é um dos “xodós” dos usuários de Windows Phone, mesmo sem entender o português (por enquanto). Com o sucesso do recurso, a Microsoft certamente colocará fará a migração da ferramenta para os desktops e todas as outras plataformas com Windows.

Já há algumas capturas de tela que dão a entender que o ícone da Cortana será colocado de forma nativa na barra de ferramentas do sistema operacional. A assistente deve operar como o mecanismo de busca interno do Windows, mas também fará buscas pela web além de todas as outras utilidades de um serviço do tipo, com lembretes, previsão do tempo, etc.

Spartan
Uma certeza: o Internet Explorer não será mais o mesmo depois do Windows 10. Se isso será bom ou ruim, no entanto, só o tempo dirá. O fato é que a Microsoft está investindo forte na remodelação de seu navegador que pode até mesmo trocar de nome, fugindo do estigma negativo que carrega a marca do IE.

Mas o Spartan, codinome do browser, será tão diferente afinal? Em interface e recursos, certamente. Internamente, nem tanto, segundo os rumores, já que continuará usando o mesmo motor de renderização do IE.

Entre os recursos especulados estão a possibilidade de rabiscar em telas de toque utilizando uma stylus, integração com a Cortana, gerenciamento de abas, suporte melhorado a extensões e atualizações regulares.

Windows Phone 10 (ou Windows 10 Mobile)
A Microsoft está apostando suas fichas na estratégia de “um Windows”, sempre afirmando que seu sistema será um só para todas as plataformas. Isso significa que, se o Windows 10 está chegando para os desktops, ele também está chegando aos smartphones.

Não houve muitos detalhes vazados até o momento sobre isso, mas o que esperamos ver é uma interface atualizada e novos recursos para celulares na mesma medida em que eles surgem nos desktops, afinal, trata-se de um sistema operacional apenas.

Além disso, seria interessante receber mais detalhes sobre como funcionarão os aplicativos universais para Windows 10, que pode ser uma arma importantíssima da Microsoft para incentivar desenvolvedores a lançarem seus aplicativos em suas lojas e manterem um suporte adequado, com atualizações. Com tantos computadores rodando Windows no mundo, essa base instalada seria uma arma fortíssima para tentar reduzir o “vão” de aplicativos entre o WP e os concorrentes.

Xbox
O console da Microsoft também é parte da estratégia de “um Windows”, e também deve ganhar um novo sistema operacional. O que isso significa, afinal de contas? Também não há muitos rumores para nos sabermos o que vem por aí.

A principal aposta é que o novo software aproximaria o Xbox One ainda mais do PC, mas ninguém sabe muito bem como a Microsoft planeja se aproveitar disso. Seria possível rodar games de Xbox no computador ou vice-versa? Afinal de contas, o que o Windows 10 oferecerá ao Xbox One em melhoria sobre games? O que sabemos é que os aplicativos universais também serão compatíveis com o Xbox, mas isso já é uma informação antiga.

Continuum
Um dos motivos pelo qual o Windows 8 não agradou a maioria por ter uma interface que privilegiava o toque num mundo onde as pessoas ainda trabalham com mouse e teclado. Agora, com o Windows 10 a intenção da Microsoft é oferecer alternativas, e o Continuum é parte primordial desta ideia.

Nós já vimos, basicamente, como é o Windows 10 para desktops com o Technical Preview lançado no ano passado. Para os tablets, não muda muita coisa em relação ao que vimos no W8. Mas e para os híbridos? É aí que entra o Continuum, que reconhece quando a tela está acoplada a um teclado e mouse ou quando o usuário prefere utilizar o touchscreen e adapta a interface de acordo com o método de uso.

Datas e preço?
Quando o Windows 10 será lançado? Quando o “Consumer Preview” do Windows 10 estará disponível para podermos testá-lo? E, afinal de contas, quanto custará esta brincadeira toda? São respostas que gostaríamos de ter já na quarta-feira.

Sobre o preço, será que a Microsoft manterá a estratégia de cobrar pelo o Windows 10? Alguns rumores já afirmaram que a empresa pensa em oferecer uma forma gratuita do sistema operacional para seus usuários, mas resta saber se isso realmente se aplicará no mundo real.

Fonte: Olhar Digital

Curta e Compartilhe
Gerati Soluções em TI

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 21, 2015 em Noticias

 

Tags: , , , ,

Google toma decisão que vai prejudicar milhões de usuários do Android

A Google acabou de adotar uma decisão que vai prejudicar cerca de 930 milhões de usuários do sistema operacional Android e colocá-los em uma posição frágil no que diz respeito a sua segurança. De acordo com a Forbes, a companhia simplesmente vai parar de lançar atualizações de segurança do módulo WebView para a versão 4.3 Jelly Bean ou inferior do SO, abandonando todas as pessoas que não estão usando as edições mais recentes do software (4.4 KitKat e 5.0 Lollipop).

O WebView é um componente comumente usada no desenvolvimento de aplicativos para Android. Ela é capaz de exibir páginas da web sem que seja necessária abrir outro programa separado. O problema é que tal módulo é constantemente usado por crackers para invasão remota de telefones celulares e roubo discreto de informações confidenciais, sendo atualizada frequentemente sempre que os cibercriminosos inventam uma nova forma de se aproveitar do WebView.

Com o cancelamento dessas atualizações, os crackers poderão “deitar e rolar” nos aparelhos equipados com a versão 4.3 ou mais antiga do sistema operacional Android. De acordo com pesquisadores da empresa de segurança Rapid7 (responsável por alertar a Forbes sobre tal abandono), a versão mais recente do WebView liberada para o Jelly Bean possui ao menos 11 “buracos” que podem ser usados por pessoas mal-intencionadas para prejudicar o celular alheio.

google01

O Jelly Bean já está “velho”?

Em resposta à Rapid7, a Google confirmou que de fato não irá mais desenvolver patches do WebView para versões mais antigas do Android, visto que o componente foi substituído por um padrão mais robusto nas versões 4.4 e 5.0 do sistema operacional.

A companhia afirma, contudo, que irá aceitar soluções de bugs e vulnerabilidades enviadas pelos próprios usuários através do Android Open Source Project (AOSP). Em outras palavras, um patch pode até ser liberado futuramente, mas apenas se ele for desenvolvido por terceiros – a Google não vai mais se intrometer nesse assunto.

Ao que tudo indica, a Gigante de Mountain View considera o Jelly Bean velho demais para seus próprios usuários, e essa postura pode ser encarada como uma mensagem discreta para que todos nós atualizemos nossos dispositivos para algo mais moderno. Contudo, as mais recentes pesquisas de mercado indicam que apenas 39,1% dos aparelhos Android ativos ao redor do mundo estão equipados com a edição 4.4 – todo o resto ainda usa uma versão antiga do SO.

google02

O que fazer agora?

Se você ainda usa o Android 4.3 ou uma versão ainda mais antiga, não há motivos para entrar em desespero. As vulnerabilidades presentes no WebView são um tanto brandas e não oferecem grandes riscos aos usuários que se atentem às medidas clássicas de segurança: tome cuidado com os aplicativos que você instala e evite ao máximo obter softwares de maneiras alternativas (baixando APKs em sites desconhecidos, por exemplo).

Além disso, é bem provável que terceiros comecem a desenvolver seus próprios patches de segurança para o WebView em um futuro próximo, de forma que – por enquanto – podemos ficar tranquilos em relação ao assunto.

Fonte: Forbes, Rapid7, Tecmundo

Curta e compartilhe
Gerati Soluções em TI

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 15, 2015 em Noticias

 

Tags: , ,

Google expõe publicamente falha de segurança no Windows 8.1

googleO Google tomou uma atitude polêmica que pode atrapalhar ainda mais as relações com a Microsoft. A empresa divulgou publicamente uma falha no Windows 8.1 encontrada graças ao Project Zero, iniciativa do gigante de buscas que se propõe a encontrar vulnerabilidades no software de outras companhias.

A falha, que permite que usuários ganhassem privilégios de administrador sem permissão, foi revelada de forma privada à Microsoft há 90 dias, afirma o Google. A empresa considera este o prazo suficiente para que qualquer membro de indústria corrija o que está errado, e que é um período de tempo razoável para executar os processos de gerenciamento de vulnerabilidades.

No entanto, o assunto é sempre polêmico, já que, dependendo da falha, ao expô-la publicamente, é possível deixar milhões de usuários vulneráveis. Ao mesmo tempo, abrindo a falha a qualquer um, os responsáveis são obrigados a agir de forma mais rápida. Fica a dúvida: 90 dias são o suficiente? O Google acha que sim.

O caso parece razoavelmente inofensivo, já que segundo a Microsoft, para que alguém possa explorar o bug, é necessário ter credenciais válidas para o login no computador. Ou seja: dificilmente é algo que afete o usuário doméstico, mas pode ser um problema em empresas.

A Microsoft diz que a solução já está a caminho, no entanto, apesar da demora. Agora que a falha se tornou pública, a empresa precisa se apressar para liberar a atualização que solucione o problema.

Curta
Gerati Soluções em TI

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 5, 2015 em Noticias

 

Tags: , , ,