RSS

Arquivo da categoria: Linux

Kali Drone, uma nova maneira de hackear

gerati-02-kali-drone

Pois é, quando você acha que a comunidade open source não pode nos surpreender, eles provam que estamos enganados. No fim do mês de junho o site oficial do Kali Linux publicou um artigo que abordava a forma como um membro da comunidade construiu um Drone usando o Kali Linux como sistema operacional. O dispositivo é bem curioso e conta com um vasto kit de ferramentas, segundo a publicação oficial, é um Canivete Suíço com hélices.

A história por trás da lenda

O Kali Drone, como é chamado pelo criador do artefato, é um moderador voluntário nos fóruns oficiais do Kali, conhecido como Re4son, que também tem as certificações OSCP e OSCE da Offensive Security, conta que teve uma ideia para criar uma plataforma Kali que fosse barata, pequena, autônoma e com baixo custo de energia, capaz de se comunicar diretamente com o hardware, onde os usuários pudessem fazer suas operações de forma silenciosa e a distância sob qualquer suspeita.

Foi então que Re4son voltou para o Raspberry Pi, por oferecer uma grande gama de ferramentas e acessórios embarcados, capaz de fazer coisas incríveis, porém com apenas um problema, a limitação de hardware para estas necessidades.

“Em 2015… Eu comecei a adaptar os drivers por conta própria”, ele explicou, “E a interface Touch Screen começou como uma maneira de alternar entre HDMI e TFT sem precisar de um teclado.”

A construção do projeto

O Kali Pi com Touch Screen combina O Kali linux e um Kernel Re4ason em um pacote sem complicações, que como citado anteriormente, faz o Raspberry Pi tornar-se um canivete suíço. Com a interface Touch Screen que pode fornecer suporte ao Backend em sua própria rede ou atrás das linhas inimigas, disfarçado como um aparelho sensor de umidade. Fora da Caixa, o Kali Pi vem pré-configurado com todos os serviços essenciais, como SSH, VNC, FTP, HTTP, e Backdoor Wi-Fi, bem com os kits MANASnortKismetMetasploit, etc. e uma interface touch screen fácil de usar, para lhe ajudar no controle do sistema.

gerati-01-kali-pi-tela-e-teclado

Kali Pi, uma tela touch screen com alimentador de baixa energia e um teclado bluetooth para controlar o sistema remotamente

Baseado num Raspberry Pi 0/0W/1/2/3, a configuração pode ser facilmente instalada a partir de uma imagem pré-configurada ou compilada “from Scratch”, e também tem opções para uma tela touch screen TFT com um menu personalizado intuitivo, bluetooth, suporte a injeção de pacotes, e muito mais. Tudo isto junto a um drone para “pesquisas” em vôos longos.

Já no coração deste projeto magnífico está o Re4son-Kernel, construído para funcionar na linha Raspberry Pi 0/0W/1/2/3, o Re4son-Kernel “permite que o Kernel Linux obtenha o máximo desempenho de qualquer Raspberry Pi, dando suporte para o Wi-Fi e Bluetooth integrados, Patchs de Injeção Wi-Fi, suporte à hardware adicional, melhorias de segurança, cabeçalhos, fontes, etc.”

Ele também dá suporte armel completo para Pi 1, Zero e Zero W e suporte armhf para Pi 2 e 3 e todas as versões são compatíveis com o Kernel do Kali Linux.

gerati-menu-principal-kali-drone

Menu de configuração do Kali Pi para Pentest

Além do mais, Re4son lançou imagens e instruções para uma versão vulnerável do Kali Pi com Touch Screen, o “Sticky Fingers DV-PI” que roda no Raspberry Pi 0/0W/1/2/3 (com ou sem touch screen) e é pré-configurado com níveis “fácil”, e “médio” de vulnerabilidades para Pentest e escalação de privilégios. Este playground de vulnerabilidades portátil e de baixo custo é perfeito para pesquisas caseiras, ganho de habilidades, treinamento e até uma mini simulação de CTF, ou o que quer que seja.

Fonte: FSociety Brasil

Para saber mais sobre o projeto ou colaborar com o autor, ele pode ser encontrado no Twitter como @Re4sonKernel, no Github através de https://github.com/Re4son ou https://whitedome.com.au/re4son.

Curta e Compartilhe

CONTATO DIRETO: comercial@gerati.com.br
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
►Para DÚVIDAS, MANUTENÇÃO, SUPORTE ou COMPRA DE PCs temos as CONSULTORIAS onde você terá suporte do próprio dono do canal pessoalmente te ajudando com tudo!
Entre em contato pelo e-mail: comercial@gerati.com.br
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
►Serviços exclusivos: http://geratisolucoes.com.br
►FACEBOOK: https://www.facebook.com/gerati.loja/
►SITE: http://www.gerati.com.br
►Blog: https://gerati.wordpress.com/
►Twitter: https://twitter.com/Gerati_Games
►Video: https://www.youtube.com/user/geratiso…
▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬▬
ANTES DE COMENTAR LEMBRE-SE:
►Não é permitido SPAM.
►Seja agradável com os outros como gostaria que fossem com você.
►Não use palavrões ou vocabulário vulgar.
►Evite Perguntas técnicas nos comentários.
para sua segurança e do seu PC.
QUEM NÃO SEGUIR AS REGRAS SERÁ BLOQUEADO!
Essas medidas são para proteger você de DANIFICAR SEU PC por conselhos erradas de terceiros como infelizmente já aconteceu!

Anúncios
 
Deixe um comentário

Publicado por em julho 24, 2017 em Linux, Noticias

 

Tags: , , , , , , , , , , , , , , ,

INVENTÁRIO DE MÁQUINAS COM OCS – UBUNTU

Logo-ocs

Fazer inventário dos micros não é uma tarefa fácil, mas alguém tem que fazê-lo (que seja o estagiário, de preferência máquina a máquina;-), pois ter um relatório completo do que existe de software e hardware na rede é essencial para manutenção e para planejamento de capacidade.

Ter um relatório em papel é impreciso e muito fácil de ficar obsoleto. Vamos utilizar o OCS Inventory para criar um inventário atualizado de nossas máquinas, independente do Sistema Operacional, sobre o hardware(incluindo alterações), software e configurações básicas de cada uma.

Utilizando um Ubuntu Server 10.04 como servidor de Inventário vamos instalar os seguintes pré-requisitos:
$ sudo apt-get install mysql-server mysql-client apache2 libapache2-mod-php5 libsoap-lite-perl

Faça a instalação e configure os pacotes como solicitado, forneça a senha do administrador (root) do MySQL.

Reinicie o Apache2 com:
$ sudo service apache2 restart

Instale o módulo XML::Entities de perl com os seguintes comandos:

$ sudo perl -MCPAN -e shell

Confirme com enter até chegar ao prompt do CPAN e instale o módulo com o seguinte comando:

CPAN>install XML::Entities

Ao finalizar a instalação digite quit

Instale o OCS Inventory com o seguinte comando:
$ sudo apt-get install ocsinventory-server

Preencha as informações como nas telas abaixo:

ocs01

Confirme a senha do usuário do OCS:

ocs2

Configure o DBConfig do SQL:

ocs4

Senha do Admin do MySQL:

ocs5

Acesse pelo Browser o seguinte endereço para criar a base de dados do OCS:

http://127.0.0.1/ocsreports/install.php

Entre com o usuário do MySQL (root) e sua senha (senha da conta root do SQL, não da conta root do sistema)

ocs7

Após a criação da base de dados, mostrando a tela abaixo clique em “Enviar dados

ocs8

Acesse os relatórios do OCS clicado em “Click here to enter OCS-NG GUI

ocs09

Entre com o usuário admin com a senha admin (é bom alterar a senha do usuário pelo painel de controle após logar ;-))

ocs10

Com o servidor configurado é hora de configurar os Agentes, em Distribuições Linux (baseadas em Debian) basta instalar o pacoteocsinventory-agent e preencher os dados como o endereço do servidor. Em ambiente Microsoft vamos baixar o agente do site do desenvolvedor e instalá-lo.

Baixe o agente de http://www.ocsinventory-ng.org/index.php?page=downloads com a versão correspondente ao OCS Server utilizado, descompacte o arquivo ZIP e instale no cliente (utilizando a conta de administrador), a parte importante de instalação é configurar o endereço do Servidor, como na imagem abaixo:

ocs11

Pronto, basta instalar e executar o OCS marcando a caixa Immediatly Launch Inventory (=/NOW) e o Agente já irá mandar informações para o Servidor.

Para consultar basta clicar no nome do cliente na lista de máquinas do Servidor e ver seu relatório.

ocs12

ocs13

Basta clicar nos ícones para ver o relatório desejado, e quando houver mudanças de hardware o servidor será informado e fará as alterações no relatório. O programa é intuitivo e fácil de configurar pela interface, basta pesquisar um pouco.

Espero que tenha ajudado e não se esqueçam de assinar nosso portal.

Sigam-me

GERATI Soluções em TI

 
Deixe um comentário

Publicado por em março 6, 2014 em Ubuntu

 

Tags: , , , , ,

INVENTÁRIO DE MÁQUINAS COM OCS ( no Linux )


Logo-ocs

Fazer inventário dos micros não é uma tarefa fácil, mas alguém tem que fazê-lo (que seja o estagiário, de preferência máquina a máquina;-), pois ter um relatório completo do que existe de software e hardware na rede é essencial para manutenção e para planejamento de capacidade.

Ter um relatório em papel é impreciso e muito fácil de ficar obsoleto. Vamos utilizar o OCS Inventory para criar um inventário atualizado de nossas máquinas, independente do Sistema Operacional, sobre o hardware(incluindo alterações), software e configurações básicas de cada uma.

Utilizando um Ubuntu Server 10.04 como servidor de Inventário vamos instalar os seguintes pré-requisitos:
$ sudo apt-get install mysql-server mysql-client apache2 libapache2-mod-php5 libsoap-lite-perl

Faça a instalação e configure os pacotes como solicitado, forneça a senha do administrador (root) do MySQL.

Reinicie o Apache2 com:
$ sudo service apache2 restart

Instale o módulo XML::Entities de perl com os seguintes comandos:

$ sudo perl -MCPAN -e shell

Confirme com enter até chegar ao prompt do CPAN e instale o módulo com o seguinte comando:

CPAN>install XML::Entities

Ao finalizar a instalação digite quit

Instale o OCS Inventory com o seguinte comando:
$ sudo apt-get install ocsinventory-server

Preencha as informações como nas telas abaixo:

ocs01

Confirme a senha do usuário do OCS:

ocs2Configure o DBConfig do SQL:

ocs4Senha do Admin do MySQL:

ocs5

Acesse pelo Browser o seguinte endereço para criar a base de dados do OCS:

http://127.0.0.1/ocsreports/install.php

Entre com o usuário do MySQL (root) e sua senha (senha da conta root do SQL, não da conta root do sistema)

ocs7

Após a criação da base de dados, mostrando a tela abaixo clique em “Enviar dados

ocs8

Acesse os relatórios do OCS clicado em “Click here to enter OCS-NG GUI

ocs09

Entre com o usuário admin com a senha admin (é bom alterar a senha do usuário pelo painel de controle após logar

ocs10

Com o servidor configurado é hora de configurar os Agentes, em Distribuições Linux (baseadas em Debian) basta instalar o pacoteocsinventory-agent e preencher os dados como o endereço do servidor. Em ambiente Microsoft vamos baixar o agente do site do desenvolvedor e instalá-lo.

Baixe o agente de http://www.ocsinventory-ng.org/index.php?page=downloads com a versão correspondente ao OCS Server utilizado, descompacte o arquivo ZIP e instale no cliente (utilizando a conta de administrador), a parte importante de instalação é configurar o endereço do Servidor, como na imagem abaixo:

ocs11Pronto, basta instalar e executar o OCS marcando a caixa Immediatly Launch Inventory (=/NOW) e o Agente já irá mandar informações para o Servidor.

Para consultar basta clicar no nome do cliente na lista de máquinas do Servidor e ver seu relatório.

ocs12

ocs13Basta clicar nos ícones para ver o relatório desejado, e quando houver mudanças de hardware o servidor será informado e fará as alterações no relatório. O programa é intuitivo e fácil de configurar pela interface, basta pesquisar um pouco.

Espero que tenha ajudado e não se esqueçam de assinar nosso portal Gerati agradece.

 
Deixe um comentário

Publicado por em janeiro 20, 2014 em Linux

 

Tags: , , , , , ,